Aviação do Quénia bombardeou bases ‘shebab’ no sul da Somália

Aviação do Quénia bombardeou bases ‘shebab’ no sul da Somália


A aviação militar do Quénia bombardeou hoje dois campos do grupo radical islâmico somali ‘shebab’, autor do ataque de 02 de Abril na universidade de Garissa, que fez 148 mortos, informou um porta-voz militar.

Os campos, situados na região de Gedo, no sul da Somália, perto da fronteira com o Quénia, “foram destruídos”, segundo o coronel David Obonyo, citado pela agência France Presse.

Segundo o coronel, o bombardeamento dos campos já estava previsto antes do ataque à universidade.

O ataque de quinta-feira em Garissa, localidade do leste do Quénia a cerca de 150 quilómetros da fronteira com a Somália, matou maioritariamente estudantes, além de três polícias e três militares.

Os ‘shebab’, grupo extremista com ligações à Al-Qaida, reivindicou o ataque.

Lusa